Abexim me confesso

Nós todos, homens, que neste mundo vivemos opressos pelos vários desprezos dos felizes e pelas diversas insolências dos poderosos - que somos todos nós neste mundo, senão abexins?
Fernando Pessoa, Outubro 1935

15.11.14

Se decidir ler Quando os Lobos Uivam

Se decidir ler Quando os Lobos Uivam (1959) de Aquilino Ribeiro, dê, também, atenção ao estudo de Dulce Freire, Os Baldios da Discórdia: As Comunidades Locais e o Estado, in Mundo Rural - Transformações e Resistência na Península Ibérica, 2004

Aquilino Ribeiro, mesmo que se por razões pessoais*, não enjeitou a hipótese de tratar literáriamente um tema que, aparentemente, só dizia respeito a comunidades rurais conservadoras ciosas de preservar os baldios que cercavam os povoados e dos quais extraíam parte do seu sustento...
Para Aquilino, o problema não era "local", pois do outro lado estava o Estado, pronto a esburgar o povo de uma das últimas fontes de sobrevivência, em nome de uma 'moderna' política de florestação que, hoje, bem sabemos a quem aproveitou...
O povo 'retrógrado' sabia que a intervenção do Estado raramente o favorecia... Tal como Aquilino sabia que a Literatura ao ampliar o conflito, pode torná-lo bandeira de uma luta sem quartel contra o despotismo e contra o nepotismo do Estado.
E foi o que aconteceu à época: O romance vendeu 9.000 exemplares em três meses...; Aquilino teve de enfrentar a PIDE e a Censura, e o Estado Novo ficou mais desacreditado...


* Litígio pessoal com funcionário dos Serviços Florestais em Sernancelhe, Viseu, que o terá levado a ampliar os conflitos ocorridos na Serra de Leomil.